ESPOSA.

Como a esposa ao esposo,
Como o governo ao seu país,
Como a alegria no seu gozo,
Como o tronco à raiz,
És Tu Senhor para mim.

Como a luz na noite escura,
Como a fonte no jardim,
Como a água na secura,
Como o coro no festim,
És Tu Senhor para mim.

Como o remédio ao doente,
Como na calma a variação,
Como a fé ao que é crente,
Como a chuva no verão,
És Tu Senhor para mim.

Como o rio que sempre corre,
Como as floresta tropicais,
Como o tempo que não morre,
Como no campo os olivais,
És Tu Senhor para mim.

Como a mãe ao seu filhinho,
Como o bater do coração,
Como ave no seu ninho,
Como o chegado irmão,
És Tu Senhor para mim.
Por: António Jesus Batalha.

 

Click aqui